messages


Eu não me queria afastar, mas as futilidades que saíram da sua boca obrigaram-me.

3 comentários:

Ricardo Miñana disse...

Reflexivas letras.
buen fin de semana.
un abrazo.

Wellington disse...

maneiro seu blog!!
Adoreii.. estou a te seguir aqui e,
te convido a conhecer o meu: http://belezaeatragedia.blogspot.com/

segue lá tbm.. bjos!!

Joana Patrícia disse...

Por mais que não queiramos, ás vezes, somos obrigados a isso pelas atitudes das outras pessoas.